Segurança e Justiça

PANCADA NO TRÁFICO

Operação em Pedro Afonso apreende 1,5 kg e meio de maconha e 600 gramas de cocaína; três pessoas são autuadas por tráfico de drogas

26/11/2021 09h02 - Atualizado em 08/12/2021 07h39

Fred Alves

A Polícia Civil do Tocantins realizou no dia 26 de novembro, em Pedro Afonso, mais uma etapa da Operação Hórus, que até o fechamento desta reportagem havia prendido três pessoas por tráfico de drogas, todas reincidentes, e apreendido um quilo e meio de maconha, seiscentas gramas de cocaína, duas espingardas caseiras, dinheiro, uma balança de precisão e insumos para embalar drogas.

Ao todo foram cumpridos 15 mandados de busca e apreensão.

Três pessoas foram autuadas, em fragrante, por tráfico de drogas, sendo que uma delas também responderá por posse ilegal de arma de fogo.

Além disso, foram lavrados dois termos circunstanciados de ocorrências (TCO’s).

Outras 12 pessoas foram levadas para a Delegacia de Polícia Civil de Pedro Afonso, ouvidas e depois liberadas.



A operação contou com a participação de 60 policiais das 49ª e 50ª Delegacias de Pedro Afonso, DEIC, Denarce, DHPP, unidades que integram a Polícia Civil; com apoio do Grupo de Operações com Cães (GOC) da Polícia Militar do Tocantins,

“Grande parte da operação foi realizada pela 1ª Divisão de Narcóticos da Polícia Civil do Tocantins (Denarc-TO) que esteve na região e fez os levantamentos dos alvos, como localização dos pontos de boca de fumo e tráfico de drogas. Essa operação representa bastante para a comunidade, uma vez que, o tráfico de drogas estava incomodando bastante a sociedade”, explicou o delegado de Pedro Afonso, Bernardo Rocha .

Investigações
O levantamento de informações e as investigações preliminares duraram cerca de 40 dias e foram realizadas pela 1ª Divisão Especializada de Repressão a Narcóticos (DENARC - Palmas) em conjunto com as 49ª e 50ª Delegacias de Polícia de Pedro Afonso. As investigações partiram de inúmeras denúncias dos moradores e que o tráfico vinha perturbando a tranquilidade da cidade.

Após o levantamento de informações, os alvos foram identificados e os delegados representaram junto ao Poder Judiciário, que deferiu os pedidos de buscas. Um dos endereços está situado em Bom Jesus do Tocantins, nos arredores de Pedro Afonso.

De acordo com o delegado Nivaldo Antunes Siqueira, lotado na delegacia do município, “a operação é uma demonstração da capacidade de logística e captação de informações da Polícia Civil”.








 

VEJA TAMBÉM: